Remédio caseiro para a conjuntivite

Olho com conjuntivite

Esta semana tive mais uma das da minhas conjuntivites.Num momento estava tudo bem com os meus olhos e no outro já não. Sentia a vista “pesada” e comecei com alguma comichão. Nessa mesma noite, comecei a ficar com a vista muito vermelha e a secreção começou a sair.

Resultado: assim que dormi um par de horas, a vista colou.

Na manhã seguinte foi a correria para a farmácia. Geralmente o Clorocil, aplicado durante o dia, acalma e melhora os sintomas, mas noto que leva algum tempo a fazer efeito.

Com pena minha, o facto de ter que passar o dia fora de casa não me permitiu aplicar um dos meus remédios naturais. Geralmente costumo fazer chá de camomila para ir lavando a vista ao longo do dia (um pouco como faço com as gotas da farmácia, já que o efeito é idêntico).

Mas hoje, ao consultar um site onde encontro algumas destas informações quanto a remédios caseiros, eis que me deparei com uma “fórmula” muito simples: leite e mel. Parece-vos estranho? Yep, a mim também. Mas no fundo não é mais estranho do que aplicar chá na vista, certo?leite_e_mel

Pelo que li, basta amornar o leite (não em demasia, para não queimar a vista) e juntar uma colher de mel, mexendo bem até estar tudo bem misturado, vertendo depois as gotas para dentro do olho.

Eu já conhecia as propriedades anti-bacterianas do mel. Uso-o bastante para tratar a tosse, juntamente com açafrão, limão ou gengibre. Aqui, irá actuar da mesma forma sobre o olho.
Por outro lado, o leite tem um efeito calmante, pelo que as duas coisas a actuar em conjunto tendem a acalmar um pouco a irritação do olho, ao mesmo tempo que o curam.
Outros conselhos que encontrei foram ainda o de colocar uma batata crua sobre o olho inflamado (um dos sintomas da conjuntivite) pois as suas propriedades adstringentes ajudarão a reduzir o inchaço.

Definitivamente, hei-de experimentar. A única coisa que preciso arranjar é algo de onde possa verter as gotas para a vista. Como nem faço ideia se isso se vende nas farmácias, estou a pensar em guardar um dos frascos do Clorocil (que perde a validade após 28 dias de abertura) e lavá-lo bem, esterilizá-lo e fazer uso dele para esta função.
(Se for má ideia ou se alguém tiver uma melhor, por favor diga!)

Deixo aqui ainda, a título informativo, os 3 tipos de conjuntivite existentes:

Alérgica – pode causar comichão, vermelhidão no olho, inchaço e lacrimejar excessivo. Para além dos sintomas na vista, pode ainda notar que espirra com mais frequência ou comichão no nariz.

— Neste caso aconselha-se a detectar a fonte da alergia e a manter-se afastada o mais possível da mesma.

Bacteriana – caracterizada por uma secreção viscosa que cola os olhos durante o sono, causa também algum inchaço, comichão e dores.

Viral – habitualmente afecta apenas um olho (embora possa espalhar-se para o outro) e causa um lacrimejar insistente. Para além deste lacrimejar, pode ainda sentir-se com sintomas de gripe.

A conjuntivite alérgica é a única que não é contagiosa.

Resta-me apenas lembrar que publico estes artigos mais para minha informação pessoal do que como alternativa clínica ao tratamento prescrito pelos médicos. Não me quero substituir à medicina de forma nenhuma. O que quero é apenas encontrar alternativas para mim e para a minha famíia que não recorram a químicos, usufruindo da farmácia natural que temos em casa, nos nossos frigoríficos e nas nossas dispensas.

Fontes:

http://www.diynatural.com/home-remedies-for-pink-eye/
http://www.nativeremedies.com/ailment/pink-eye-symptoms.html#anchor-5